Autopoeta

Mitos e Sonhos

 

Joseph Campbell e o Poder dos Mitos

 

 

“Joseph Campbell achava que tudo começava com uma história. Uma de suas favoritas conta uma vez em que estava no Japão, numa conferência sobre religião, quando ouviu um filósofo social nova-iorquino dizer a um monge xintoísta: “Já estive em suas cerimônias e templos, mas não compreendi sua ideologia, nem sua teologia”. O japonês refletiu e disse, balançando a cabeça: “Nós não temos uma ideologia, nem uma teologia. Nós dançamos”.

 

Campbell poderia ter dito isso sobre sua vida. Ele morreu em 1987, com 83 anos. Era considerado uma das maiores autoridades mundiais em mitologia, as histórias contadas pelo homem através dos séculos para explicar o universo e o lugar que nele ocupam. Seus 20 livros publicados influenciaram artistas e cantores, assim como estudiosos e estudantes.


Quando morreu trabalhava em um monumental projeto de um Atlas Histórico da Mitologia Mundial, no qual tentou unificar seu conhecimento espiritual e intelectual. Escreveu clássicos como “O Herói das Mil Faces”, livro que o fez famoso há cinqüenta anos, e um estudo de mitologia em 40 volumes intitulado “As Máscaras de Deus”.

 

Joseph Campbell foi um homem muito espiritual, mas sem ideologia nem teologia. Para ele Mitologia é a canção do Universo, tão enraizada no nosso inconsciente coletivo, que dançamos ao som dela, mesmo sem saber o nome da melodia.”

 

* Introdução do filme “O Poder do Mito”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: