Autopoeta

SOMOS TODOS FILHOS DAS ESTRELAS ou O PADRÃO QUE UNE

Posted in arte, ciência, consciência, eventos by autopoeta on dezembro 4, 2013

Família, amig@s e parceir@s,

Esta é a palestra que apresentei no TEDx Ver-o-Peso 2013, acontecido em março, em Belém do Pará.

Tive a honra de ser o último palestrante de um dia marcado por fortes emoções, um dia especial para quem esteve presente àquele teatro.

Faço uma grande apreciação ao trabalho esmerado de uma equipe brilhante coordenada por Karina Miotto e Analu Xirra, que proporcionou uma enxurrada de arte, conhecimento e belas histórias que nos fizeram rir e chorar e se emocionar com profundidade.

Digo isso para contextualizar minha palestra, intitulada ”Somos Todos Filhos das Estrelas” ou ”O Padrão que Une”, que fechou o dia.

O formato TED Talk convida @s palestrantes a um exercício de síntese. São palestras de 3 a 18 minutos nas quais o objetivo é criar totalidades significativas de conhecimento em pílulas que se espalham pelo mundo através da internet.

Uma nova escola global gerando um manancial de visões e práticas que, por sua vez, influencia o campo cultural como um todo, atuando como uma medicina planetária.

Considerando que a síntese é um desafio para mim e um dos meus grandes exercícios na vida (haja visto, por exemplo, o tamanho desta introdução : ), minha palestra ficou em 23 minutos.

Faço votos que possam reservar estes minutos e me acompanhar através das ideias e da vivência que induzi junto à plateia no final.

Quero agradecer aos amig@s que participaram das apresentações preparatórias, com uma menção especial ao Ricardo Mendes, por sugestões preciosas e grande incentivo.

Também agradecer ao grupo de Terra Una e à comunidade do Gaia Education pelo contexto fértil do qual emergiu este conjunto de ideias.

E por fim fazer uma menção à qualidade do registro audiovisual realizado pela produtora Clarté. Lindas imagens e bela direção de cena.

É isso, que possam apreciar. Gratidão!

Filipe Freitas

***********************************

Links relacionados:

Eu menciono dois TED Talks durante a palestra. Eis os links:

‪Servindo a onda da luz: Robert Happé at TEDxDaLuz:

http://www.youtube.com/watch?v=E6vFYSVjRdc

‪TEDxSF – Louie Schwartzberg – Gratidão (legendado):

‪http://www.youtube.com/watch?v=prO85LDlvEA

 

E aqui links para algumas palestras que antecederam a minha:

Descobriram a Minha Missão: Debora Noal at TEDxVer-o-Peso:

http://www.youtube.com/watch?v=by27OMMfGlY

Vamos Falar sobre Sexualidade? Leandro Ramos at TEDxVer-o-Peso:

http://www.youtube.com/watch?v=Rm2AoxyM_7c

Quando o Improvável não é Impossível: Pedro Werneck at TEDxVer-o-Peso:

http://www.youtube.com/watch?v=mUH7JbeB-IQ

Ensinar Não É Somente Transmitir Conteúdo: Elizabete Rodrigues at TEDxVer-o-Peso:

https://www.youtube.com/watch?v=ZSEDwwEe5-U

Por Quantas Árvores Você Passou Hoje? Juliana Gatti at TEDxVer-o-Peso:

http://www.youtube.com/watch?v=XvrCxfvpq3w

O Que É Economia do Amor: Marcos Arruda at TEDxVer-o-Peso:

https://www.youtube.com/watch?v=LePK0ASuszU

Sem Preconceitos Aprendemos Mais: Adriana Ramos at TEDxVer-o-Peso:

https://www.youtube.com/watch?v=rlGR6f7xhfo

Salvar a Amazônia, pela Vida do Planeta Terra: Paulo Adário at TEDxVer-o-Peso:

http://www.youtube.com/watch?v=hO7lEBDqkQw

Bom proveito!

*****************************************

tedx_marco

FICA FICUS

Posted in consciência, eventos, notícias, sociedade by autopoeta on março 12, 2013
destruct_Ficus da Bernardo Monteiro
_______________________________________

É com grande tristeza que vejo esta imagem dos Ficus da região central de Belo Horizonte, árvores centenárias que povoam o imaginário dos belorizontinos e compõem o que há de mais belo nesta que já foi um dia chamada Cidade Jardim.

Uma grande polêmica em torno da poda radical que elas sofreram em fevereiro, supostamente por conta de uma praga causada por uma mosca, movimenta a opinião pública. (more…)

REVOLUÇÃO ESPANHOLA

Posted in consciência, eventos, notícias, sociedade by autopoeta on setembro 26, 2012

Leiam o manifesto divulgado pelos manifestantes do #25S que acontece hoje na Espanha, traduzido:

“Nós, pessoas comuns, cansadas de viver as consequências de um sistema condicionado e forçado a adaptar a si próprio aos mercados, o qual é em todos aspectos insuportável, e nos conduziu a sermos vítimas de um golpe em larga escala -o qual chamam ‘crise’. Nós nos unimos para redigir esse manifesto e convidamos todos os cidadãos a se unirem às exigências que aqui fazemos.

Consideramos que a situação atual ultrapassou todos os limites toleráveis e que somos vítimas de um ataque sem precedentes por parte do poderio econômico, que utilizando a crise como pretexto, estão arruinando nossas vidas. Os culpados são aqueles que se apresentam como oligarquia intocável, com a cumplicidade de todas as forças políticas representadas no parlamento, manipulando todos os instrumentos do Estado para manter seu privilégio e enriquecimento excessivo e ilícito.

Não há como esconder que vivemos numa gigantesca fraude social, com governos que sistematicamente nos traem fazendo exatamente o oposto do prometido em seus discursos eleitorais; e que não há justiça alguma para os banqueiros, políticos e empresários culpados por tal situação.
Nós acreditamos que o problema é de uma envergadura tal e suas raízes tão profundas que a solução não será fundamentada por reformas baseadas nos mecanismos do sistema político atual, por isso exigimos:

– A completa demissão do governo, assim como a dissolução das Cortes e da Chefia do Estado, por terem traíção ao país e à cidadania de forma premeditada, levando-nos ao desastre.

– A abertura de um processo constituinte transparente e democrático, a fim de redigir uma nova Constituição, com participação de todos os cidadãos, de maneira que lhes seja própria, pois não reconhecemos qualquer caráter democrático no atual texto constitucional, redigido por uma corja de costas para o povo, que consagrou a dominação dos herdeiros do franquismo e aqueles que com eles compactuaram. Deve ser o povo quem determina o modelo de organização social no qual quer viver e não o contrário.

– A auditoria da dívida pública da Espanha, com moratória para pagamento da dívida até que se tenha definido claramente aquilo que não deverá ser pago pela nação por ter servido a interesses privados que utilizaram o país para os seus próprios fins e não aos do conjunto de cidadãos espanhóis. Do mesmo modo, exigimos que sejam processadas todas aquelas pessoas que se demonstrem suspeitas de tais manobras, e que respondam com seus bens em caso de condenação.

– A reforma da lei eleitoral com o desenho de um novo processo eleitoral, a fim de que represente verdadeiramente a vontade do povo diante de qualquer eleição que seja necessária para facilitar o desenvolvimento de um processo constituinte democrático.

– A imediata suspensão de todos os cortes e reformas contra o Estado de bem-estar tomados com a desculpa da crise, e que supõem restrições de direitos e liberdade dos cidadãos, pois não somente são um desastre para o país, mas foram impostos pela traição à vontade popular.

– Uma profunda reforma fiscal, que faça pagar mais a quem mais benefícios obtém da sociedade. Igualmente, exigimos a abolição da anistia fiscal decretada pelo governo, cuja injustiça é uma verdadeira gozação com os contribuintes honrados.

– A supressão de todos os privilégios de quem ostenta cargos políticos ou públicos, e a implantação de mecanismos eficazes de controle no desempenho de suas funções.

– A paralização imediata de todos os desalojamentos, e a colocação à disposição da população a preço social dos imóveis em propriedade dos bancos e caixas que foram ajudados com as reservas públicas.

– A criação de novos empregos, cuja primeira premissa seja a sustentabilidade, e cujos fins sejam o desenvolvimento da humanidade, assim como a gestão coerente dos empregos disponíveis de tal modo que toda a população possa trabalhar e viver sem que se veja obrigada a viver para trabalhar. É um grande engano que se deva trabalhar cada vez mais, falácia sustentada na avareza dos grandes interesses e contrária aos interesses das pessoas comuns.

Por tudo que foi exposto, convocamos os cidadãos ao dia 25 de Setembro de 2012 a manifestarem-se de forma indefinida nas portas do Congresso até conseguir a demissão do Governo e a abertura de um Processo Constituinte, fazende deste, o chamado de união de todas as lutas por uma Sociedade mais justa.

Somos a imensa maioria, somos o povo, temos razão e não vamos deixá-los passar.”

********************

EDUCAÇÃO GAIA – TERRA UNA

Posted in consciência, eventos, gerais, notícias by autopoeta on maio 31, 2011

Amig@s do Autopoeta,

Aproveito a oportunidade de as inscrições para o Educação Gaia Rio de Janeiro e Educação Gaia Imersivo em Terra Una estarem abertas para divulgar este trabalho de Educação para a Sustentabilidade aqui no blog.

Para conhecerem mais sobre este processo de aprendizagem, seguem três vídeos.

O primeiro (em inglês) é um vídeo do Educação Gaia internacional, apresentando a proposta pedagógica através dos 20 países onde ele é atualmente realizado:

_________________________________

A seguir apresento o vídeo da edição 2009 do curso no Rio de Janeiro:

__________________________

E, por fim, o vídeo da edição 2010:

____________________________

As informações sobre as edições 2011 no Rio de Janeiro e em Terra Una estão em uma página ao lado e no site www.terrauna.org.br

Agradecemos toda a divulgação 🙂

Saudações fraternais,

Filipe Freitas

www.terrauna.org.br

____________________________________

EDUCAÇÃO GAIA – RIO 2010

Posted in consciência, eventos, notícias, sociedade by autopoeta on abril 19, 2010

Família, amig@sparceir@s,

Venho através deste post divulgar o curso Educação Gaia, que será realizado no Rio de Janeiro, no segundo semestre deste ano.

Participo da equipe de organização e faço parte também do Corpo Docente, acreditando no potencial de influência positiva que este curso pode trazer às vidas de cada um de nós, quaisquer que sejam nossas atividades, trabalhos e projetos.

Assista a seguir o vídeo de apresentação do curso de 2009:

Saudações fraternais,

Filipe Freitas

www.terrauna.org.br