Autopoeta

MENSAGEM À GLÓRIA – VISÃO POLÍTICA RESUMIDA DO MOMENTO

Posted in consciência, sociedade by autopoeta on outubro 8, 2010

Glória, querida, comecei a escrever para você e o comment virou um texto. 🙂 Se tiver paciência de ler, aí vai minha visão resumida do momento.

Voto na Dilma no segundo turno, mas confesso que não estou feliz com isso. Sua visão desenvolvimentista é muito limitada, trazendo para o Século 21 conceitos e práticas dos anos 70, 80.

Tem um estreito olhar sobre as questões ambientais, usando raciocínios lineares em um sistema não-linear, cujas equações não fecham e me levam a prever uma grande pressão sobre nossos ecossistemas, nossa biodiversidade, nossa água. Confesso que isso me assusta.

Mas vamos confiar no destino, na potencialidade do Brasil, estamos em uma curva positiva ascendente e isso se deve muito ao coração amoroso do Lula, apesar de todos os erros, desvios e dificuldades.

Retornar ao PSDB agora poderá ser muito inoportuno e, provavelmente, muito, muito caro. Afinal, entrando um novo governo, refazer a máquina do estado será um processo muito dispendioso.

Ouso dizer que o Serra seria um bom quadro para a equipe da Dilma, como a Marina também, e até o Plínio, em uma visão utopista de que todos poderiam estar juntos trabalhando pela prosperidade do Brasil.

O grande impasse está na mentalidade, no pensamento disjuntivo – caracterizado por atitudes “ou – ou” – que gera antagonismos, rivalidades e competições. Essa mentalidade é muito enfraquecedora, estando subjacente a tudo, sendo o paradigma sobre o qual transita a juventude analfabeta citada por ti.

De fato, o poder midiático exerce uma grande influência “demenciadora” na juventude brasileira. Muitos jovens estão imersos em um contexto tomado por elementos supérfluos e fúteis e nem passa pela cabeça deles a hipótese de renunciar ao mundo de desejos e consumo.

Curioso que parece haver uma força consciente que os distrai e faz com que deixem de fazer o que tem que ser feito. Tornam-se mamíferos cada dia maiores e mais consumistas, ao invés de se tornarem agentes na busca de soluções viáveis para esta crise planetária cada dia mais aguda, que ameaça nossos filhos e netos de terem seu direito à vida afirmado.

Consumindo drogas, tecnologia e novidades, com pouca conexão com a natureza, pouca abertura para a simplicidade, necessitando de sempre mais energia, abstraídos no entretenimento, subservientes ao show dos “True Men”, boa parte da juventude se mostra analfabeta em política, ecologia, saúde, e por aí vai.

Felizmente, no mesmo espaço e tempo, jovens entram em contato com novos conceitos e práticas na arte, na ciência, nos esportes, na culinária, nos negócios e também na política na criação de uma nova cultura ecológica de paz e integração.

Não são muitos ainda, mas são numerosos o suficiente para insinuarem uma tendência.

Venho estudando essa tendência e percebendo algumas ideias-chaves que estimulam novas visões políticas nos jovens, suscitando mudança de valores para que conceitos como riqueza, diversão e relacionamentos sejam requalificados, abrindo espaço para a cidadania, através de sentimentos de pertencimento, sinergia e gratidão.

Um abraço fraterno, que esteja em paz.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: