Autopoeta

DEZ MANDAMENTOS DA CONTEMPORANEIDADE

Posted in arte, gerais by autopoeta on novembro 19, 2008

panteismo(imagem do google)

Os 10 Mandamentos da Contemporaneidade

 

1. Amarás o Universo, a natureza e a vida sobre todas as coisas (São Francisco de Assis);

 

2. Amarás a ti mesmo com o esquecimento e o mundo com a lembrança (Buda e Hannah Arendt);

 

3. Darás sempre início ao novo, pois os humanos, embora devam morrer, não nascem para morrer, mas para recomeçar (Agostino de Hipona e Hannah Arendt);

 

4. Não forjarás ideais contrários à vida e à alegria de viver (Sêneca, Lucrécio e Nietzsche);

 

5. Não te torturarás com o passado e com o futuro para não sofreres em vão (Buda, Sêneca e Nietzche);

 

6. Só desejarás a justa medida das riquezas: primeiro, o necessário; segundo, o suficiente (Sêneca);

 

7. Não dirás que tua vida é ou foi frustrada; vida alguma jamais se frustra (Sêneca, Nietzche e Henry James);

 

8. Não obedecerás sem pensar no que te leva a obedecer (Hannah Arendt e Winnocott);

 

9. Não dirás que tua verdade é a única, e sim aquela em que mais acreditas (William James)

 

10. Não eternizarás esse decálogo (Todas as vítimas da intolerância).

 

 

 

* Os novos mandamentos, imaginados por Jurandir Freire Costa, com base nos grandes pensadores, publicado originalmente no Mais!, da Folha de S. Paulo, dezembro de 1999.

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: